domingo, 1 de outubro de 2006

"OH, CAPTAIN, MY CAPTAIN!!"





Já faz um bom tempo que eu assisti a este filme pela primeira vez. Hoje, nos “passeios” rápidos de controle-remoto, me deparo mais uma vez com a famosa cena. O rapaz, advindo de uma família rígida e aluno de uma escola repressora começava a ter coragem de acreditar em seus sonhos. O misto de medo com esperança. A dura realidade veio para o embate e se fez vencedora. Ao final, frente a dor de um grupo, entre pernas bambas e coração acelerado um dos jovens também resolve, naquele momento, romper com o esperado, e manifestar sua posição perante a quem acredita e que também lhe fez crer que poderia acreditar: “Oh, captain, my captain!”. E, um a um, parte daquele grupo homenageia seu líder.

E nós? Assim o faríamos pelos nossos líderes políticos? Mentiras, falcatruas, corrupção. A qualquer pessoa a quem perguntarmos sobre nossos governantes, ou melhor, nossos representantes, não serão poucas as manifestações de insatisfação. Apesar disso, hoje é dia de esperança. Dia em que cada um de nós, mediante sua convicção política, suas ideologias, manifestou o que pretende para seu país e estado para os próximos quatro anos. Nomes que não podem ser esquecidos e esperanças depositadas em pessoas, como nós, que falham. Mas que gostaria, do fundo do meu coração, que ao menos tentassem fazer o melhor; não por si e pelos seus, mas por todos nós. Acreditando, ainda, no Brasil. Crendo, talvez, poder um dia sentir orgulho de ter referências entre os governantes a quem, levantando-me perante uma multidão e manifestando-me já não mais secretamente, poderia até dizer: “Oh, captain, my captain!”.

7 comentários:

a superlativa disse...

nunca trabalhei numa secão com tantos analfabetos... e isso me fez parar pra pensar muito na hora de dar o meu voto...
;)

bjo!

Tiago disse...

E tá + q certo..
Vamos acreditar ainda no Brasil!
Ainda sinto q o melhor so país está próximo!

Boa Semana Meninas!

Ti

Ggel disse...

Não sei se ainda consigo dizer essa frase com a mesma convicção que esses meninos do filme, mas ainda sim, acredito num país melhor...temos que acreditar né?
Agora, por hoje, acho que fico com o filme mesmo...rs.
beijocas

Carol Maria disse...

Eu não consigo. Votei, não anulei nenhum dos meus votos, mas não posso dizer que creio tanto assim em nenhum deles. Mas que tenhmaos chegado ao 2º. turno já me surpreendeu bem.

Marcia disse...

Oi Aninha... complicado, viu? Políticos estão cada vez pior... mas espero que algum dia ainda possa falar "captain, oh my captain" com convicção!

Bjks com saudades, querida!

Renata disse...

Aninha, querida!

Pena eu estar comentando esse post, só hoje (segunda), pois com o que vi pelo resultado das eleições com mensaleiros e sanguessugas de volta ao poder me faz descrer ainda mais na mudança pra melhor do país. Talvez se eu tivesse comentado, ontem antes do resultado das urnas, minha posição seria mais otimista.
Nessa hora vale o ditado: "Cada povo tem o governante que merece"...Lamentável.

Ao menos, resta uma esperança no segundo turno.
Mas mesmo assim, não seria capaz de chamar nenhum deles de "my captain"

Beijinhos,

Shu disse...

Aninha, esse texto eh de deixar a boca aberta de tao lindo...nao sei se um dia o Brasil podera ser um pais pelo qual nos orgulharemos de dizer para quem votamos...

Beijao querida