domingo, 8 de outubro de 2006







"Postais e cartas, fotos feitas tão depressa pra se guardar e esquecer..."


Ontem assisti "No Coração do Brasil", com José Luiz Datena, e vi a homenagem linda que a dupla Edson e Hudson fez para Limeira, que é minha cidade natal. Parei prá refletir e comecei a me lembrar do meu pai, que não era daqui, mas amava esse lugar. E por incrível que pareça, senti um carinho especial ao me lembrar de como meu pai via beleza em tudo, aqui. A Limeira que meu pai conheceu e amou é bem diferente da que eu vejo hoje... Mas o que o programa mostrou é bem parecido com a Limeira que meu pai amava.
O programa "No Coração do Brasil" dessa semana fez uma viagem ao passado. Volta ao século XIX, época em que se erguiam palacetes com material de construção vindo da Europa. A gravação foi em um dos locais mais bonitos da região de Limeira, a fazenda Morro Azul.
Cercada por palmeiras imperiais, a sede que já abrigou personalidades como o Imperador D. Pedro II, preserva o clima de requinte e beleza que norteavam o modo de vida do século XIX.
Meu pai me levou na fazenda Morro Azul uma única vez, cerca de um ano antes dele partir. Foi num dia normal, durante a semana, ele precisava fazer uma entrega lá e me chamou prá ir junto. E eu fui... Aquela fazenda é maravilhosa... E é mais linda ainda porque eu a conheci pela ótica do meu pai, que me mostrou os lugares onde brincava, onde cresceu, onde foi feliz. Um lugar lindo, dentro da cidade que eu nunca consegui achar bela. Mas que começo a achar bela pois é onde aconteceu tudo de bom que eu tenho na vida. É onde está meu tesouro.
Em tempo: Mesmo que você não goste de sertanejo, como eu, Limeira é uma cidade caipira. "Nóis é caipira mais é chique no úrtimo". E o som do Edson e Huson é uma delícia de ouvir... o DVD Galera Coração é ótimo, eu aconselho... Não tem nada que tenha mais a cara de Limeira do que Edson e Hudson.

4 comentários:

Marcia disse...

Oi Pri... bacana ler sobre "os caipira" rsrsrs... eu, que sou da capitar, mas passei quase todas as minhas férias em Piracicaba, amo o interior de Sampa e tenho vontade de morar em uma cidade pequena... só que bem pequena, menor que Limeira... Bjks com saudades!

Carol Maria disse...

Então, Pri, também acredito na beleza nos olhos de quem vê. Muito bom saber que você descobriu a beleza no cantinho onde vives. :*cas

Ggel disse...

rs...nem sabia que eles eram de Limeira. Não conheço sua terra, mas acho que deve ter muita laranja, né? rs...lima.
Pois é, o mundo não é mais como na época em que éramos crianças ou que nossos pais eram mais jovens. Não sei se mudou pra melhor ou pior, acho que é relativo. Mas certamente algumas coisas não mudam e vão semrpe deixar saudades. Podem demoliar a fazenda monte azul que você sempre vai se lembrar dela com muita carinho...tudo isso por causa de um certo Cebola, né?
beijos pra minha amiga caipira chique no úrtino :)

Aninha disse...

Nossa terra natal parece ter um lugar merecido em nosso coração. Laguna, prá mim, é algo assim. Quando criança, sempre quis viver lá, junto de minha vó. Hoje já não mais. Mas a cada vez que vou lá meu coraçãozinho palpita.