domingo, 23 de março de 2008

Páscoa na vó...

Vai chegando a Páscoa e não há como não me lembrar de tantas datas destas passadas na casa da minha vó.

Os ovos, que por serem tão caros só ganhávamos dela ou do meu padrinho... Já foram escondidos pelo quintal, para que eu e o Mano procurássemos, até descobrir onde o coelhinho os escondeu!

Ou as cestas de coelhinhos feita de isopor, a minha rosa e a do Mano azul, que depois serviu para abrigar as coisinhas de higiene da nova irmãzinha que ganharíamos, a Dê.

Ou, ainda, quando a própria Dê já era maiorzinha, eu fui o próprio coelho de Páscoa (dentes não faltavam!!), com a roupa feita pela vó, para entregar a ela e ao nosso primo, Tiago, bem como aos demais da família, as lembranças da data.

Tudo isso com a casa cuidadosamente preparada para a ocasião: chocolates em arranjos na sala e na cozinha; toalhinhas feitas pela vó, bordadas ou aplicadas com ovinhos de Páscoa ou coelhinhos; coelhos na entrada da casa ou pelo pátio; e aquele sorriso inesquecível e abraço gostoso, daquela vó maravilhosa, que fez de cada dia de minha vida, e não só da Páscoa, uma data doce e cheia de motivos alegres para dela me recordar e da vida gostar.

Este ano, no início do mês, ao chegar na mãe, me deparei com tudo decoradinho: a mesa toda bonita e tipicamente enfeitada, na varanda, com coelhos no quintal, guirlanda de Páscoa na porta, as toalhinhas da vó na cozinha... E pensei: “Que bom!!! A Alissa vai desfrutar do mesmo gostinho de ter uma vó que eu tive o prazer de provar por 26 anos...”.

10 comentários:

¿Controversy! ® disse...

Também, assim como você, tive o prazer de ter uma avó maravilhosa. Não só a Páscoa, mas qualquer época em que a família reunia-se no sítio para curtir o passeio, comer a comida feita no fogão de lenha e tantas outras coisas boas... Ah, minha avózinha e suas estórias, meu avôzinho e sua paciência para conosco. Feliz são aqueles que têm avós maravilhosos para desfrutar, assim como nós desfrutamos dos nossos.
¿Beijos!

Juliana disse...

Lembranças tão deliciosas quanto chocolate, heim?
Feliz Páscoa, Aninha!

Dê disse...

Já viu a árvore de páscoa do shopping Itaguaçu? Cheio de lacinhos e ovinhos pendurados? Tá a cara da casa da vó.

E de pensar que eu passei anos sem comer os ovos que a vó dava achando que eram de chocolate vagabundo, fui descobrir em umas das últimas páscoas com ela que eram da Nestlé. :( Dar chocolate de 1,99 é coisa da Neusa né.
(ai ai ai ... o pai que não me pegue, mas são falas da vó mesmo.)

beijo.

Carol Maria disse...

Que delícia, Aninha. Também tive avó muito carinhosa, mas as páscoas na minha família eram e são muito mais de mesa que de chocolate. Aliás, como todas as datas festivas, a gente comemora comendo, rs, tenho ótimas lembranças de comidas deliciosas nas datas típicas. :*cas

Mi disse...

Páscoa, Natal, almoço de domingo, qualquer coisa na casa dos avós é sempre mais gostoso! E a sua avó, pelo jeito, fazia tudo ficar especial, Aninha!

Agora diz uma coisa: Alissa é o nome da sua filhinha? A última vez que nos falamos pelo Orkut vc ainda não sabia o sexo! Lindo o nome! ;)))

Beijos, querida!

Paty Maionese disse...

Nunca tive Páscoas assim tão tradicionais, mas tenho ainda hoje a vozinha mais fofa do mundo.
Ler seu texto me fez lembrar tanto dela, a pequenininha que eu mais amo.
Vó é coisa boa demais!

Sissi disse...

Aninha, me emocionei com o seu post... nem tenho exatamente o que dizer, só que o que escreveu e viveu é muito especial, delicado e emocionante. um beijo.

Sissi disse...

Aninha, me emocionei com o seu post... nem tenho exatamente o que dizer, só que o que escreveu e viveu é muito especial, delicado e emocionante. um beijo.

tajan disse...

Oi Aninha... sempre com boas palavras

Feliz páscoa atrasado, hehehe

bejus

TAJAN/BALNEÁRIO CAMBORIU/SC

Mandrey disse...

Toda vez que eu ponho meu lado "humano" para aflorar, lembro imediatamente da minha avó (que perdi aos 14). Tenho orgulho porque sua influência na minha vida foi mais forte do que pai e mãe. Feliz Páscoa atrasado e Feliz Tiradentes adiantado, Aninha.