sábado, 15 de março de 2008

Escuro e frio


Tudo parece muito escuro.
Um frio imenso toma conta do corpo.
Não há vontade de conversar, nem sorrir, nem ao menos levantar da cama pela manhã.
Parece que dentro do peito enormes mãos tomam os órgãos entre os dedos e os espremem... E dói fisicamente.
O organismo já não aceita alimento. Nem um tipo. Neste momento, intervenção hospitalar é necessária, pois a fraqueza é tão grande que nem dá para ficar em pé. Só há vontade de dormir e quem sabe, nem acordar mais.
E as pessoas que gostam da gente começam a se preocupar e com razão. E se revezam para não te deixar sozinha...A solidão piora tudo, embora você não veja.
E pedem que você coma. E você come não por você, mas pelo outro que se preocupa.
E você olha o pequeno a quem você deu a luz com os olhos grandes, pedindo sem falar : “Vamos, preciso de você”...
E você sente os braços do homem que você ama em volta de você, que sem dizer nada pede que você volte a ser aquela mulher que o encanta.
E você percebe que sua mãe abriu mão da sua vida, da sua casa para ajudar a você sair desse buraco imaginário.
E então você percebe que esta sendo egoísta e covarde, por quase desistir, sem nem ao menos tentar.
E o sol começa a aparecer tímido entre algumas nuvens.


Queridas...não há mais motivos para se preocupar. Foram 15 dias terríveis, 6 kg a menos, mas com fé, oração, carinho e ajuda profissional estou bem melhor agora.

9 comentários:

Fenrisar disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Carol Maria disse...

Comassim não me preocupar, tarde demais, já preocupei. :*ca

Aninha disse...

Bom, Katita, algumas coisas são sérias demais para só deixar num comentário. Prefiro trocar um e-mail, ou msn, na ausência de telefone.
Só posso dizer que estamos na torcida por tua recuperação. És uma mulher forte, batalhadora e cheia de vida, maior que muita coisa que possa te colocar para baixo. E tens um filhote lindo, que te ama e precisa de ti. E isso é mais iportante que qualquer coisa na vida.
Fé em Deus e força na peruca!

Anónimo disse...

Se cuida menina!
Bjks
Marcitcha

Juliana disse...

Olá Kátia,
Seu desabafo é forte e profundo. Espero que tudo que lhe cerca possa despertar a força que pulsa em você e te ajude a se erguer e continuar a caminhada.
Daqui envio muita energia positiva.

Abraço!

Sissi disse...

talvez o que mais acalme ao ler o seu post é perceber que nele há esperanças de que tudo isso acabe logo e você possa abraçar todas essas pessoas que te amam. o amor sabe curar feridas e almas. grande beijo.

Ráh Biagi disse...

um desabafo um tanto quanto ensurdecedor e dolorido, que talvez nao chegue nem perto do que vc esta sentindo.
cai no seu blog por blogs em comum na blogosfera, mas adorei seus textos, e não tive como reparar e não ficar preocupada com vc.
visite o meu qdo puder.
adorei seu blog!

ahhh
vou te recomentar no meu post MEME para participar de um movimento via blog super bacana
se puder, participe!

bjoss qrida, vou t linkar no meu blog ok?

Anónimo disse...

Oi Katita!Continue sendo aquele mulherão forte, que conheço. Não sou crente, nem profeta, mas tenha isso contigo: "Todos os dias,sobre todos os pontos de vista, estou cada vez, melhor" Venha nos visitar em Floripa. Te gostamos. Beijos. Http://montanhasantana@hotmail.com

Paty Maionese disse...

Como leitora assídua, espero realmente que já esteja tudo bem com você e com o bebê do qual já me sinto tão íntima =)
Sorte e saúde =)