quinta-feira, 24 de maio de 2007

Minha caligrafia

Lembrei de um post que a Aninha escreveu uma vez mostrando sua letra. Agora resolvi mostrar a minha, se o blog deixar aparecer a imagem.
Sinceramente, eu gosto da minha letra. Aliás, ela fez muito sucesso, olha a modéstia, nos tempos do ginásio (ainda era ginásio naquela época).
Certa vez, uma menina pediu para eu passar a limpo uma carta de amor que ela queria mandar para um garoto, também da nossa escola. Como eram amigos, ele certamente conhecia a letra dela. Sendo assim, perdi um recreio inteiro (naquele tempo a gente chamava de recreio) escrevendo a tal carta de amor. Depois disso não tive mais sossego. Todo dia tinha uma carta para escrever, mas eu cobrava, claro. O lado bom é que eu ficava sabendo quem gostava de quem quase em primeira mão. O lado ruim é que a pessoa da letra misteriosa, eu, ficou com fama de galinha porque mandou cartas de amor pra escola inteira. Mas a brincadeira acabou no dia que o menino que eu era apaixonadissíma pediu pra eu escrever uma carta de amor...pra uma amiga minha. Incrível, eu sempre me ferro...rs. Mas não chorem, eu sobrevivi hey hey (no ritmo de Glória Gaynor).



9 comentários:

Carol Maria disse...

Tua letra é linda mesmo Ggel. rs Só você mesmo com uma história desses. Boa quinta pr'ocê também. :*cas

Dani disse...

Gel, q historia triste menina!!! Mas a letra eh linda!!! Dia desses posto a minha tb...
Vc acredita q ja teve paciente q cismou q eu nao era medica pq minha letra eh bonita??
Vai entender esse povo... hehehehe
Saudades de vc!!
Beijos, Dani

Sissi disse...

ai ai! como são boas essas lembranças hein? mesmo que não tenham um final feliz, impulsionaram você a rememorar. :D
linda sua letra mesmo! e até a parte do menino que você gostava, achei graça. depois fiz aquela cara de dozinha... era duro sofrer de amor quando estávamos no ginásio (eita tempo bom!)

THImóteo disse...

Sabia q na empresa q eu trabalho existe o teste grafológico?
Só entra quem é aprovado com o jeito q se escreve. Não se a letra é bonita ou feia, mas se vc coloca o pingo do "i" mais pra frente, pra trás... Uma baboseira! hehe

Sua letra é bonita, gata!

Marcia disse...

oi Gel!
Menina, faz-me rir sempre com tuas histórias!
E tua letra é muito bonita mesmo!
Bjks
Eu

nana disse...

Meu cantinho tah de cara nova e esperando sua visitinha. Bjs e fique com Deus. Boa semana.

Isaac disse...

No final das contas, vale aquele adágio: seria cômico, se não fosse trágico!

Pequenas ironias da vida...

Fernanda disse...

Ai, que letra lindona !!!

Amei !

Escreve uma carta de amor pra mim ?! risos

Beijos e saudades de vc!

Fernanda

Renata disse...

Puxa, Gel!

Sua letra é realmente muito linda!

Como alguém disse acima, seria cômico se não fosse trágico.
Óbviamente, hoje essa história serve para boas risadas, mas imagino o quanto deve ter doído na época quando o paquerinha te pediu pra escrever a carta pra outra...Que sacanagem!!!

Beijinhos,