quinta-feira, 3 de maio de 2007

Que piada sem graça


Puxa vida, faz tempo que não consigo ver um bom programa humorístico na TV. Quer dizer, estou sendo injusta. A Diarista e A Grande família ainda conseguem fazer a gente rir. A galera do Pânico na TV também pode ser uma alternativa, mas tirando isso, nem sei mais o que assistir. Já tentei Casseta & Planeta e nada, talvez uma leve risadinha, mas nada muito prolongado, de doer a barriga de tanto rir. Vi um pouco da Praça é nossa e foi mais difícil ainda. Um ou outro personagem conseguiu me fazer 'mostrar os dentes', mas foi bem de leve e meus dentes são grandes. Turma do Didi, Comando Maluco e Zorra Total eu me recuso a ver. Sobra um novo programa do SBT, que só tem bundas, o programa do Tom, que às vezes salva uma piada e só. Quer dizer, se juntar tudo, dá dois programas inteiros, no máximo. Sem falar que as piadas estão cada vez mais apelativas e as mulheres cada vez menos vestidas. Como se mulher não fosse capaz de dizer coisas engraçadas, inteligentes e estar vestida ao mesmo tempo.
Uma vez eu li, em algum lugar que com certeza não vou me lembrar, que existe uma grande diferença entre os programas humorísticos brasileiros e os americanos. Não vou generalizar, mas eu adorava Friends e lá havia um humor tão simples, sobre coisas do cotidiano, sem apelação e ao mesmo tempo era tão engraçado. Humor meio bobo e muito divertido.
Nossa, definitivamente eu tenho que parar de procurar graça na TV, senão vou ter que trabalhar como redatora da Turma do Didi, de tão sem graça que vou ficar. No fim, até esse post ficou chato e sem graça.

PS. Cada um tem seu senso de humor, se você consegue rir desses programas todos tem mais sorte do que eu, acredite.

7 comentários:

Carol Maria disse...

Sabe que me peguei pensando sobre isso ostordia pra trás. O Brasil não tem mais capacidade de fazer comédia com o que se deveria fazer comédia, como os americanos e os europeus fazem com sua política e economia e vez por outra com os ricos e famosos de seus países. Aqui parece que nossos 'humoristas' só sabem explorar a nudez abestada que já compromete em muito a imagem do Brasil lá fora, por causa do carnaval. E tenho de seguir concordando com você: "A grande família" só sobrevive no talento de Nanini e Marieta e Cardoso que sempre fizeram ótimos papéis e ótimas ecolhas pra suas carreiras. E ei de acrescentar "Minha nada mole vida" que está no caminho, só não pode se render à fama e descambar no caras, bocas e bundas. Que comnetário elorme né. :*cas

Ggel disse...

Bem lembrado pequena Carol, tinha esquecido do Minha nada mole vida...que é bem engraçado também. Pode comentar à vontade aqui...rs...o blog é seu.

Dani disse...

Gel, vc esqueceu do insuportavel Zorra Total!!! O programa tem o mesmo roteiro toda semana com as mesmas piadas!!! Ninguem merece!!!
E por essas e outras q tv a cabo ta com a bola toda!!! Putz, morro de rir com Friends, the new adventures of old Christine, Seinfield... e tantos outros!!!
Beijos, Dani

Fernanda disse...

Olá Lindona!

Tudo bom por aí ? Espero que sim.

Ah, eu não acho nada engraçado não viu !

Acho que são poucos os programas que me fazem rir. De vez em nunca eu dou risada com o "minha nada mole vida", mas acho que já foi melhor.

Zorra Total e A Praça é Nossa deveriam ser extintos da televisão. Eita programinhas ruins!

Prefiro ir para um bar tomar uma coca com um amigo(a) alto astral. É muito mais divertido. Na falta deste(a), é melhor assistir desenho animado, estilo pica-pau.

E vc, tudo bem ? Saudades!

Beijão!

Fernanda

Marcia disse...

Oi Ggeleca, concordo contigo... está muito ruim tentar rir com a TV aberta. A grande família tem gente de peso, faz sua parte. Não curto muito A Diarista, mas concordo que é bom. Minha nada mole vida, tb é bom.
Olha, assisto de vez em quando a esses programas, pq os moleques não me dão folga prá TV, o que é ótimo, tenho montanhas de motivos prá viver rindo :-)
Mas de qq forma, Brasil não sabe fazer comédia não... e ainda perdemos esses dias a grande Nair Belo, né? Que pena!
Bem, é isso.
Bjks
Eu

Juliana disse...

Menina, agora que me dei conta de que não assisto programas humorísticos há milênios! Acho que pelos mesmos motivos que você levantou... Ta cada vez mais sem graça!!!

Aninha disse...

Esse humor dos programas ditos de comédia também não me convencem. A propósito, até mesmo os programas que parecem se dirigir ao público infanto-juvenil têm as piadas sexualizadas demais para meu gosto.

Também adoro o tipo de humor do Friends.

Humor pastel, como de filmes tipo "Nacho Libre" ou "Loucademia da polícia" ou "Todo mundo em pânico" não é comigo.