sexta-feira, 19 de junho de 2009

Você está pronto pra ficar velho?

Demograficamente a população brasileira tem parado de crescer. Isso significa que daqui há alguns anos, uns 40 anos mais ou menos, a maior parte da população vai ser composta por idosos. Não seremos mais um país jovem, não senhor.

O país já mostrou que não está pronto pra enfrentar um contigente tão grande de idosos na população, nem estruturalmente, menos ainda socialmente. Mas e você, já parou pra pensar se está pronto para chegar aos 60 ou 70? Dizem que a vida, agora, começa mesmo aos 60, mas não é bem assim que a banda toca, né?

No caso das mulheres tudo fica ainda pior, o mercado de trabalho não absorve mais mulheres acima dos 50, com raras exceções e o “mercado” sentimental começa a ficar bem, bem, bem escasso pro nosso lado. Num recente livro lançado pela antropóloga Mirian Goldenberg, torna-se ainda mais nítida essa disparidade, “numa sociedade em que o corpo jovem, magro e sarado é um capital pronto a ser negociado nos mais diversos mercados (afetivo, social, profissional etc.), cabe indagar se é possível uma relação com a passagem do tempo que não seja entendida exclusivamente como perda (de capital). “ (Goldenberg, 2008)*

E eu me pergunto, você tem medo de envelhecer?

*Goldenberg. Mirian. Coroas - Corpo, envelhecimento, casamento e infidelidade. Editora Record, 2008

7 comentários:

Pri disse...

Oi, Gel!
Confesso a você que a velhice é algo que não me assusta. O que me assusta é o que vem com ela: a descida da montanha russa.
Perder a saúde e ficar dependente é a coisa mais humilhante que a velhice traz.
É disso que morro de medo.

Bjs!

Marcia disse...

Gel... a Pri disse exatamente o que eu penso... a descida da montanha russa é perigosa por causa da saúde que vai debilitando. A gente tem que cuidar do corpo agora por causa disso e não prá ficar magra/linda. Sim, o mercado de trabalho é assustador, estamos cuidando do pé de meia prá nos segurar lá na frente.
Bjks

lioness disse...

Fiz 30 anos em 2009 e já me acho velha. Ainda bem que comecei meu trabalho cedo e pude conquistar muitas coisas, mas não pretendo parar tão cedo, uma vez que meu trabalho é voluntário. Quanto à vida afetiva, mesmo antes não pude esperar muita coisa mesmo.
A idade está na cabeça, e o corpo jovem e esbelto não passa de um corpo. As pessoas precisam se dar conta disso.

Karolina disse...

nao sei. quero fazer muitas coisas pra cuidar da saúde e espírito antes.

Kyra disse...

Ai,gente...tô c 25 e me sentindo velhaca já...com medo de morrer solteira e sem ser mãe...affe neh???rs
Neurótica eu...rs

bjo

Aninha disse...

Acho que o problema não está no envelhecimento, mas no que chega junto com a velhice: as restrições e as perdas.

C. A. Braz disse...

E quem está? rs. Quem disse que está, mente bem que é uma beleza.