sexta-feira, 17 de outubro de 2008

Sabe quando...

...você anda numa pasmaceira tal que começa a desconfiar que é tal "calmaria antes da tempestade"?

Por que eu tenho a impressão de que esta tal tempestade vem do fato de que eu me meti a ser cerimonialista?

Será por que eu enfrentarei...

Noivas com nervos a flor da pele, para estar lindas, penteadas, magras (de branco? Difícil...), maquiadas (sem que a make se derreta num país-tropical-abençoado-por-dê-eus? Mais difícil ainda...), protagonistas com ego inflado?

Noivos arrancando os cabelos com pinça só em ver orçamentos (casar é caro, não adianta)?

Profissionais nem um pouco profissionais mas os únicos que encontrarei por morar no interior (claro que há os bons -- e pretendo me incluir entre eles -- mas há sim os péssimos e, infelizmente, às vezes, na área que atuam, são única opção -- mas sempre tentarei convencer os investidores noivos a importar um profissional da capital para ter qualidade)?

Pais e mães de noivos achando que casório da prole é reunião do colegial para juntar amigos que eles (os pais dos noivos!) não vêem desde que 1900-e-guaraná-de-rolha?

Madrinhas que querem/não querem combinar vestidos?

Damas e pajens que nas fotas são lindos; ao vivo nem tanto (qual criança fica feliz enfiada num terno? Já estou penando para enfiar terno no meu namorado -- meninão aos 27... -- que será meu par no meu 1º. casório como cerimonialista-e-madrinha) , como controlá-los?

Apesar dos pesares, já prevejo que será um trabalho fascinante e divertido, mesmo que estressante, mas que me proporcionará trabalhar com coisas que adoro (decoração, fotografia, comida!) e outras nem tanto, mas, fazer o quê? Nada é perfeito, e sim, estou adorando a nova carreira.

Acompanhe o desbravamento de meus novos taelntos aqui.

5 comentários:

Sissi disse...

Carol, você é doida!!! Eu matava a noiva na primeira semana e ainda fritava os pedacinhos. rs.
Mas olha, boa sorte aí e com o tempo você vai encontrar profissionais para trabalhar sempre e ter bons resultados! Beijos.

magui disse...

Purabobagem.Ninguém vai reparar em detalhes.

Aninha disse...

Ai, Carol, tô é achando muito chique, isso de seres cerimonialista! E toda festa é isso... Estresse puro, mas é isso que torna a coisa legal e cheia de histórias para contar, depois: a espera! Vai dar tudo certo.

Juliana disse...

Oi Carol!
Essa é a vida: cheia de prós e contras!!! Se os prós compensam, que a gente vá fundo!
Boa sorte na nova trilha!

Renata disse...

Que legal, Carol!

VEjo que estás muito empenhada em fazer o melhor. Estreiando na carreira como cerimonialista da irmã, certamente buscará fazer o melhor dos melhores, portanto, poderá ganhar fama e os próximos contratos pintarão com certeza...Ahhh...com sua irmã, creio eu que não precisa, mas para os próximos, não deixe de fazer contratos escritos com os clientes. Se precisar de ajuda, estamos aí! E quem sabe no meu casório com o Pedro não contrato vc também...hehehe

Bjão,