quinta-feira, 12 de julho de 2007

Bacana

Eu não sei se vocês perceberam mais as nossas “celebridades” sempre usam e abusam da palavra BACANA quando vão dar entrevista. Eu percebi isso numa dessas reportagens de lançamento de alguma coisa que eu não me lembro o que foi. A repórter perguntava: “Mas o que você acha do seu personagem?” E praticamente como uma fala decorada as pessoas respondiam: Ai, muito BACANA, foi um presente do fulano pra mim.”. Daí segue: e a viagem pra ilha de não sei quem, como foi?”..."Ai, nossa, foi muito BACANA.” ..."Como foi ter que emagrecer 50 kgs pra depois engordar 70, ter que fazer alisamento mexicano pra depois raspar a cabeça?"..."Cara, loucura, mas foi bem BACANA".

Quer dizer, eu acho que BACANA virou a palavra da vez porque tudo o que acontece hoje em dia é simplesmente BACANA. O que fizeram com expressões do tipo: jóinha, supimba, maneiro, legal, divino, incrível, belezura, super-mega-hiper-ultra? Puxa vida, a gente tem um vocabulário tão vasto, tão cheio de sinônimos, antônimos, promomes, sufixos...é uma língua tão BACANA...mas que falta de imaginação, né?

Em homenagem aos BACANISTAS, aqui vai um velho conhecido da turma dos anos 80, um dos amigos do gato Manda-chuva...o nome dele é...é...é...BACANA.

10 comentários:

Luly :) disse...

Fala, GG!!!

Então eu to bem na moda, falo "bacana" o tempo todo! Eu sei que é bem anos 80, mas acho que é uma palavra bacana pra definir algo bom! :-)

Eu até tinha colocado uma definição de bacana num post bem antigo do meu blog: http://canadaboa.blogspot.com/2004/07/bacana.html

Direto do Aurélio...
Bras. Gír.
Adj. 2 g.
1. Palavra-ônibus que exprime, encarecendo-as, inúmeras idéias apreciativas, e equivale a bom, excelente, belo, simpático, elegante, luxuoso, bem-educado, muito leal, inteligente, culto, etc., tudo no superlativo, aplicado a pessoas e/ou coisas; formidável, legal, bárbaro, infernal, tranchã, maneiro, massa, esperto.
S. 2 g.
2. V. grã-fino

Bacana... :-)

Bjos,
Luly.

Renato B. Alves disse...

Gostei de lembrar da Turma do Manda Chuva, realmente ela é um ícone dos anos 80.

To com novo Blog: cotidianosdodiaadia

Nao é descontraido como o de vcs, eu apenas exponho alguns artigos que escrevo sobre politica e outros assuntos. Coisas do nosso cotidiano.
Apareçam por lá tbm.
Lembrando que sou amador na arte de escrever artigos.
Beijos as 7.

isabella disse...

bem 'bacana' este post. hahahaahahahha .

aki na mh cidade tem um canal de tv que em todas as entrevistas com a população as pessoas sempre falam: isso foi mt "gratificante" pra mim .


huaaaaaaaaaaaaaa

Ggel disse...

Bem lembrado Isabella, esqueci do gratificante...rs.

Shu disse...

Ggel..."amei" teu post...muito "bacana" mesmo...hahahaha
essa carapuca serviu direitinho pra mim...eu vivo falando "bacana"...rs...que vergoooooonha.

Beijao meu e da ulcera! hahahaha

Marcia disse...

Oi Ggeleca, vou reparar mais na moçada "bacana" que só fala "bacana"...
Bacana mesmo é relembrar do Bacana!
Bjks

Renata disse...

Oi, Gelzinha!

Já tinha lido o seu post, mas não tinha comentado, mas neste último fim de semana não esqueci dele um minuto sequer, pois o Pedro não falou outra coisa a não ser "bacana"...rsrsrs

Confesso que eu também falo e justamente pra fugir do "antigo, manjado" LEGAL.

Vou dar um toque no Pê e procurar falar menos também, né?

Super beijo,

¿Controversy! disse...

Hahahahahahahahahahaha
Bacana o seu post. Hahahahahahaha
Realmente falta um pouco de leitura para nossas celebridades, que perdem seus tempos em festas e apresentações e esquecem que temos um dos vocabulários mais ricos do planeta. Sorte a nossa que, como simples mortais, possamos desfrutar de uma vastidão de cultura e mostrá-la aqui para aqueles que a cultivam.
Saudades, minha rainha!
¿Beijos!

Aninha disse...

Cara, que post BACANA!!!
Gel, apesar de vir comentar tão tarde, a Dê já havia comentado comigo sobre o que escreveste, concordando! Puts, pior é que bem assim. Rolam umas modinhas, né? Coisa tosca... Tsc, tsc.

Juliana disse...

Hihihi! Eu também acho bacana bacana, mas também utilizo outros adjetivos! : )

Abraços, Ggel!